Posted in filosofia e cinema

O Extraordinário um filme para discutir diferença e preconceito

O Extraordinário um filme para discutir diferença e preconceito Posted on Dezembro 12, 2017Leave a comment

O filme Extraordinário, conta a história de Auggie que é um garotinho de uma maturidade incrível, no entanto,  gostaria de ser uma criança como qualquer outra.

Publicidade

Por que esse é o maior desejo dele?

Publicidade

A resposta é simples : ele nunca se sentiu como os outros.  Auggie foi diagnosticado com uma doença genética logo quando nasceu. A doença deformava seu rosto. Após  várias cirurgias, constantes idas e vindas do hospital, o menino não conseguia conviver com crianças da sua idade.
Finalmente os seus pais decidem colocá-lo na escola. Auggie já sabia que este seria o seu maior desafio. Em meio a olhares preconceituosos, piadas cruéis, desdém, Auggie vai construir um verdadeiro manifesto à gentileza, em favor da igualdade, do respeito e do amor ao outro.

A inspiração do filme

O filme foi inspirado  no livro Extraordinário (Wonder, título original em inglês), um romance infantil escrito por Raquel Jaramillo, sob o pseudônimo R. J. Palácio. Publicado em 14 de fevereiro de 2012.

Todo o livro é narrado do ponto de vista do Auggie,  essa decisão só o deixou ainda mais comovente. Auggie é um garotinho muito inteligente, totalmente consciente dos problemas sociais, e completamente compreensivo, encara com muita sabedoria todos os olhares de indiferença.

Publicidade

Contudo, ser menosprezado não deixa de ser  uma coisa horrível para ele. Nem todo mundo gosta de sentir-se estranho e inteiramente deslocado em algum ambiente, isto é,  ver as pessoas olhando como uma aberração e até mesmo comentando  algo sobre nós em voz alta.
Em alguns momentos Auggie não suporta o descaso e acaba chorando, como qualquer criança faria. Ele revolta-se com toda a forma de injustiça, mas na maioria das vezes, Auggie é irônico consigo mesmo, faz muitas piadas de tudo e é adorável. Isso encanta qualquer um, vale muito a pena ver o filme para refletir os preconceitos sociais em relação ao diferente. Ao padrão estético. Principalmente com as crianças que estão em processo de aprendizado.

Confira o trailer do filme abaixo

Obs: o filme está em cartaz em todos os cinemas do Brasil, desde o dia 7 de dezembro.

Por : O Martelo de Nietzsche

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *