Itália tem mais de 450 mortes com coronavírus em um só dia

A situação na Itália está desesperadora, por causa do Coronavírus. De acordo com o G1, só na cidade de Bergamo, 15 caminhões e 50 soldados foram mobilizados para transferir corpos para províncias vizinhas.

Segundo informações oficiais, a Itália ordenou ao exército que retire corpos de uma cidade do norte do país que está no centro do surto de coronavírus onde os serviços funerários estão sobrecarregados, e o governo se prepara para prolongar medidas de interdição de emergência em todo o país.

Já circula na internet, vários vídeos feitos por moradores de Bergamo, a nordeste de Milão, e exibidos no site do jornal local “Eco di Bergamo” mostraram uma longa fila de caminhões militares atravessando as estradas de madrugada e retirando caixões de um cemitério da cidade.

Quantos casos confirmados?

De acordo com o governo italiano, o maior aumento diário de mortes do coronavírus foi registrado na quarta-feira, quando o total aumentou em 475 e se aproximou de 3 mil. Houve também mais de 300 mortes só na região da Lombardia — que inclui Bergamo, a província mais atingida com seus mais de 4 mil casos.

Medidas para combater o vírus

Segundo jornal italiano, a o país decretou em interdição antes de outros da Europa, mas, como os casos continuam aumentando, o governo está cogitando medidas mais duras que restringiriam ainda mais a circulação exterior que já está extremamente limitada.

Nesta quinta-feira, o jornal “Corriere della Sera” citou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, segundo o qual o governo ampliará o prazo das atuais medidas de emergência que fecharam escolas e muitos negócios.

Por fim, essas medidas em vigor obrigam a maioria das lojas a permanecerem fechadas ao menos até 25 de março e as escolas até 3 de abril. Conte não disse por quanto tempo as medidas serão prorrogadas.

Fonte: G1

Deixe uma Resposta