7 Filmes Existencialistas obrigatórios para quem estuda ou ama Psicologia

Trouxemos hoje uma matéria especial para quem adora estudar a psiquê humana, seus desdobramentos, conflitos,  alegrias e tristezas.  Confira logo abaixo os Filmes Existencialistas.

Publicidade

A lista de hoje está pautada em uma abordagem totalmente psicológica, esses filmes não são obrigatórios somente para os estudantes de psicologia, com certeza, são de grande utilidade para outros estudantes, como, por exemplo,  os estudantes ou amantes de filosofia.

Todos nós sabemos que a área de estudo da mente humana, isto é,  psicologia já foi contemplada com diversos filmes que retratam e inspiram essa “rainha e mãe de toda ciência”, como diria Nietzsche. Depressão, suicídio, ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo, esquizofrenia, histeria e diversas outras patologias já foram abordadas no cinema, trazendo mais conhecimento para a população e levantando discussões importantes na medicina.

Além dos Filmes Existencialistas, veja também.

12 Filmes que todo amante de filosofia deveria ver

7 Filmes para você baixar que foram influenciados pela filosofia de Nietzsche

Para quem está fazendo o curso de psicologia, esses filmes podem inclusive ajudar nos estudos e na compreensão das nuances da psiquê humana.

Por isso, selecionamos 7 filmes obrigatórios para qualquer estudante de Psicologia. Confiram logo abaixo, a lista de Filmes Existencialistas.

O QUARTO DE JACK (2015)

Jack  é uma criança de 5 anos que recebe os cuidados amorosos de sua mãe Joy,  vivendo com ela trancafiado a um pequeno quarto. Embora ela queira proteger o filho da realidade abusiva e opressora, a curiosidade de Jack força Joy a criar histórias fantasiosas que justifiquem sua vida e acaba levando a uma tentativa de fuga.

Além de discussões sobre o amor e o cuidado materno, o filme mostra ainda como o ser humano reage a situações de estresse extremo e como pode ser difícil se readaptar à realidade.

BICHO DE SETE CABEÇAS (2001)

Esse filme existencialista é simplesmente Sensacional!! Bicho de Sete Cabeças traz Rodrigo Santoro com a surpreendente interpretação de Neto, um personagem que tem uma relação difícil com seu pai Wilson (interpretado por Othon Bastos).

Após muitas discussões e desavenças, a descoberta de um cigarro de maconha faz com que Neto seja mandado imediatamente para um manicômio, onde tem que lidar com o sistema do hospital psiquiátrico sem perder completamente sua sanidade.

O filme foi baseado no livro Canto dos Malditos, uma autobiografia de Austregésilo Carrano Bueno, e retrata a realidade dos antigos manicômios brasileiros. A obra instigou discussões sobre saúde mental no país e contribuiu para a mudança nas instituições de cuidados de pessoas com doenças psiquiátricas. A interpretação de Rodrigo Santoro é simplesmente impecável.

ILHA DO MEDO (Lançado em 2010)

O melhor filme existencialista de suspense que eu já vi em toda a minha vida. Essesuspense nos leva para Shutter Island Ashecliffe Hospital, um hospital psiquiátrico localizado em uma ilha de Boston, onde os policiais Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) e o seu parceiro Chuck (Mark Ruffalo) terão a  difícil missão de localizar um paciente desaparecido.

Após chegar ao hospital psiquiátrico, Teddy descobre os métodos ilegais e experiências que os médicos realizam com os pacientes. O clima começa a esquentar quando um furacão deixa os policiais sem comunicação e presos na ilha, além de precisarem lidar com algumas supostas fugas de alguns dos pacientes do hospital.

Publicidade

Ao longo do filme, a sanidade mental de alguns personagens proporciona análises psicológicas extremamente enriquecedora e interessantes, nas quais métodos de psicoterapia e possíveis diagnósticos para problemas psicológicos podem ser observados e discutidos. Assim, o filme é um prato cheio para os estudantes de psicologia. Eu terminei de assistir ao filme e me perguntei: afinal, Teddy era realmente louco?

Para quem ama filosofia a questão explorada é: o que é real e o que não é?

DIVERTIDA MENTE (2015)

Totalmente descontraída, o longa de animação narra a história de Riley , uma garotinha que está prestes a se mudar de cidade, abandonando sua escola e seus amigos. Sob a ótica de suas emoções — Alegria , Medo , Raiva , Nojinho e Tristeza  —, o centro de comando de sua mente se torna uma verdadeira confusão enquanto Riley tenta acostumar-se à sua nova vida.

De forma prática, com didática contagiante, o filme mostra a importância de cada emoção na vida de uma pessoa e em seu desenvolvimento, sendo interessante para que os estudantes da área possam discutir a importante relação entre as emoções e o papel que assumem na vida de cada um.

FRAGMENTADO (2017)

O melhor filme existencialista que eu vi em 2017.

Nesse filme espetacular, acompanhamos a luta de três garotas pela sobrevivência em cativeiro enquanto reféns de um maníaco chamado Kevin (James McAvoy ) que sofre de múltiplas personalidades. Ao mesmo tempo, vemos o empenho da Dra. Fletcher (Betty Buckely) em provar para a comunidade médica que seu paciente não sofre de transtorno algum, no entanto que ele na verdade “são” 23 pessoas de fato, dividindo um corpo só. Casey Cooke (Anya Taylor), a mais retraída e inteligente das irmãs, ela intriga Kevin e passa a ser a sua preferida.

Pouco a pouco vamos conhecendo a fundo as quatro principais personas que habitam o corpo de Kevin. FRAGMENTADO cumpre mais do que promete, já que não temos “apenas” uma reviravolta aqui. Esta excelente trama, confirma a volta à boa forma deste cineasta que é tão polarizado pelos cinéfilos. Se você ainda tá cabreiro com Shyamalan e tá com receio de ver esse filme.

Um prato cheio para todo estudante de psicologia.

CISNE NEGRO (2010)

Um filme existencialista simplesmente incrível! Vencedor de vários Oscars, o filme, muitas vezes descrito como um thriller psicológico perturbador, traz Nina (Natalie Portman) e Lily (Mila Kunis) como bailarinas rivais nos ensaios para a produção da grande peça “O Lago dos Cisnes”.

Nina recebe uma missão muito desafiadora, ela tem que enfrentar a dualidade de representar tanto o cisne branco, inocente e gracioso, quanto o cisne negro, sensual e astuto, ao mesmo tempo em que lida com a grande pressão de uma mãe ex-bailarina superprotetora e de suas próprias expectativas de atingir a perfeição na dança.

UMA MENTE BRILHANTE (2001)

O filme conta a história do brilhante matemático John Nash (Russell Crowe), que ainda jovem formulou um teorema que o destacaria para sempre. O problema surge quando Nash passa a ter alucinações e chega a ser diagnosticado com esquizofrenia. Mesmo com essas dificuldades, o brilhante matemático consegue tratar-se e, após alguns anos de volta à sociedade, é agraciado com o prêmio Nobel.

O filme aborda de uma forma ampla a esquizofrenia, desde o surgimento dos primeiros sintomas até o seu tratamento. É uma boa oportunidade para que quem estuda Psicologia possa conhecer mais sobre o assunto.

Onde baixar esses Filmes Existencialistas?

Nossa dica de Download de Filmes Existencialistas é:  Filmes Cult basta clicar aqui

Por: O Martelo de Nietzsche

20 Replies to “7 Filmes Existencialistas obrigatórios para quem estuda ou ama Psicologia”

  1. A PROFESSORA DE PIANO, com Isabelle Huppert. Produção francesa de 2001. Esse filme é praticamente obrigatório para fãs e profissionais da Psicologia, Filosofia e, por que não? Psiquiatria.

  2. Um ótimo filme, nesta mesma linha, está em cartaz atualmente: trata se de Sem Amor (Loveless) que toca em alguns pontos sensíveis da contemporaneidade. Eu o vi ontem, é imperdível. Legal suas sugestões. Um abraço.

  3. Sou estudante de psicologia. Esses dias atrás vi uma mente brilhante, e muito Bom, mas não se compara a ilha do medo, esse é excelente kkk

  4. Caro(x) [Destinatário],
    Nesse país onde é proibido sonhar
    Nossos sonhos são letras em linhas
    Destruidoras de regras
    Nos aglomerados das regras destinadas a
    Manipular
    Somos constantemente manipulados, e toda vez que saímos da caixa da Alienação, que insiste em nos atormenta com dogmas e empecilhos, voltamos a nos expressar,
    Ná tentativa de estingar a massa rebelar -se,
    Do conformismo degenerado empregado por instituições que lucra com a comodidade de alienados, inerte sem luz, guiada por uma luz mística alpha e ômega, que a eras e propagada como verdades até universais,
    Seres universais não estão preocupados com isso aqui, talvez só querem tudo isso aqui, toda riqueza natural que existir
    Todos Sem propósitos, ninguém pertencer a nenhum lugar, todos vamos morrer e do que mais vamos se queixar, sé o seu Iphone desatualizado está, porque devo me preocupar.
    Perpetua á existência do pensar, que faz raciocinar
    Minha existência servir, só a mim ela vai interessar, não quero servir, por isso não me alistei, não gosto de regra por isso quebro leis
    Atenciosamente: Bandido consequente de um sistema deturpador autoritarista

    Poeta Marginal 23/02/2018 02:24 AM

  5. Vi o filme “o sacrifício do servo sagrado”, recente, muito bom e desse gênero de filmes psicológicos e densos. Vale a pena. Um dos melhores que já vi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *