10 FILMES com abordagenabordagenss existencialistas para assistir na NETFLIX

Se você for apaixonado por filmes com temáticas existenciais e com um bom enredo, certamente irá gostar dos dez filmes que nós selecionamos que estão disponíveis na NETFLIX em excelente qualidade. Veja logo abaixo.

Publicidade

A maioria dos filmes que nós escolhemos estão disponíveis em outras plataformas digitais como Youtube ou por sites seguros como FILMES CUlT, mas como nós sabemos que a NETFLIX já se tornou tão popular aqui no Brasil, muitas pessoas terão acesso para vê-los.

Para quem ainda não conhece, o existencialismo é uma escola filosófica que partilha a crença em que o pensamento filosófico está diretamente ligado ao sujeito humano, não apenas pensante, mas sua vivência como indivíduo. Portanto, a busca pela essência que da sentido a existência do Ser é estudada na corrente em questão. “A existência precede a essência” – de Sartre. A existência é o nada, nossa condição como tal é parte dos nossos encontros com o mundo que formarão nosso consciente.

Vejamos alguns filmes que de certa forma contribui para que a gente pense nessa questão problemática que é existir, isto é, o sentido existencial ou o proposito de nossa vida aqui.

Frank

Frank é um filme irlandês que foi lançado no ano de 2014 no Reino Unido, porém, no Brasil somente em 2015. O filme mostra a história de John Burroughts, que sonha em ser o tecladista e compositor de uma banda de renome. Por um acaso do destino, o jovem acaba encontrando a oportunidade de tocar em uma banda, que é liderada pelo excêntrico vocalista Frank.

O cantor é marcado por uma característica bem peculiar, que é viver o tempo todo com uma cabeça gigante artificial, não à tirando para nada, nem mesmo para comer ou tomar banho. Após um certo tempo, todos os membros da banda decidem se isolar em uma cabana, no meio do nada. Eles fazem isso com o intuito de buscar novas sonoridades para a banda, para resultar no melhor álbum musical possível.

A interação entre as pessoas nem sempre é fácil e atritos começam a surgir e o drama, mas ganhando muita tensão a cada minuto.

12 Anos de Escravidão

Um dos melhores filmes que eu já vi na minha vida. Um drama existencial absurdamente épico e histórico, 12 Anos de Escravidão nos mostra dramas cruéis, sobretudo a dura vida nos tempos da escravidão nos Estados Unidos. O filme é dirigido por Steve McQueen e teve como base uma adaptação de uma autobiografia, de mesmo nome, lançado em 1853. No longa, conhecemos a história de Solomon Northup, um negro livre, que é nascido no estado de Nova Iorque e foi sequestrado no estado de Washington DC.

Ele foi obrigado a  trabalhar em plantações na Louisiana, durante 12 anos seguidos, antes de ser libertado. Northup foi capturado junto com outras pessoas e teve que aguentar uma série de abusos e violência, mostrando o quão abominável e horrível foi essa atrocidade chamada escravidão.

O filme foi lançado no ano de 2013, de  maneira chocante, foi muito bem recebido pela crítica e público especializado, ganhando nove indicações ao Oscar, ganhando os prêmios de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante (para Lupita Nyong’o) e Melhor Roteiro Adaptado.

O Quarto de JACK

O Quarto de Jack é um filme de drama existencial norte-americano lançado em 2016. Nele, é possível observar a perspectiva de uma criança sobre uma situação pertubadora, que é o cárcere privado. Jack é uma criança de somente 5 anos e não conhece nada do mundo, além do pequeno quarto em que nasceu. A mãe do garoto faz de tudo para manter o seu filho entretido e para esquecer a situação em que eles se encontram.

No entanto, ela não vê a hora de escapar do Velho Nick, o homem que mantém mãe e filho em cativeiro. Para fugir das garras do seu algoz, os dois elaboram um plano e precisam trabalhar junto para finalmente escapar do cativeiro. O Quarto de Jack foi um filme extremamente elogiado pela crítica e público, inclusive dando o Oscar de Melhor Atriz para Brie Larson, que vive o papel da mãe de Jack.

NA NATUREZA SELAVAGEM

Este é um filme baseado em fatos reais e nos leva a interessantes reflexões sobre consumismo, solidão e objetivos na vida. Na história, conhecemos Christopher McCandless, um jovem que recém-terminou a faculdade e vê que ele não se encaixava em uma sociedade baseada no dinheiro e consumismo. Por conta disso, ele decide abandonar tudo e viver de forma isolada.

McCandless começa a trabalhar esporadicamente, apenas para juntar um dinheiro e viver da forma mais simples possível. Depois de um certo tempo, ele decide queimar o resto de dinheiro que possui e parte para o Alasca. O jovem Christopher é tido como um símbolo de resistência e de luta por ideais. A excelente trilha sonora do filme é composta pelo músico Eddie Vedder, do Pearl Jam.

HER

Uma obra dramática incrível, com  diversos conflitos e pitadas de ficção científica, que nos levam a uma série de questionamentos, principalmente quais os limites entre o ser humano e a tecnologia. No filme somos apresentados a Theodore, um escritor solitário e que acaba por encontrar companhia em um novo sistema operacional que acabara de comprar.

Esse sistema operacional atende pelo nome de Samantha e passa a ser a principal companhia de Theodore no dia a dia. Por mais estranho que pareça, o escritor passa a ser apaixonado pela personalidade do seu novo sistema operacional. Com isso é dado início a uma relação amorosa entre os dois, o que possibilita um paralelo entre o ser humano moderno e a tecnologia. O sensível filme leva a assinatura do diretor Spyke Jonze e conta com nomes consagrados no elenco, como os atores Joaquim Phoenix, Amy Adams, Chris Prat e Olivia Wilde.

Her foi indicado a vários prêmios e ganhou um Globo de Ouro de Melhor Roteiro e também levou o Oscar também de Melhor Roteiro Original.

Publicidade

A  GAROTA DINAMARQUESA

Simplesmente emocionante e revolucionário. A Garota Dinamarquesa é um filme que aborda temas extremamente atuais, como representatividade e pautas LGBTQ+. No filme, conhecemos a história de Lili Elbe (com uma interpretação genial de Eddie Redmayne) que nasceu Einar Mogens Wegener e que foi uma das primeiras pessoas na história a passar por uma cirurgia de redesignação de sexo.

O filme foca principalmente no relacionamento amoroso de de Lili/Einar com Gerda (vivida por Alicia Vikander), bem como as descobertas de Lili como mulher e o processo de se descobrir quem realmente era. Lili teve que lidar com conflitos internos e externos até aceitar fazer a cirurgia de redesignação sexual.

Ao mesmo tempo, Gerda vê que vai perdendo a pessoa com quem se casou e ainda vê Hans Axgill entrar na história de seu casamento, vindo o três a formar um complicado triângulo amoroso.

A Garota Dinamarquesa foi altamente elogiado por público e crítica,  Alicia Vikander ganhando o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

CIDADE DE DEUS

A  crítica exalta esse longa com um dos melhores já produzidos aqui no nosso país, talvez Cidade de Deus seja o filme brasileiro que mais fez sucesso aqui e lá fora. O longa, dirigido por Henrique Meirelles, mostra de forma crua a realidade da periferia no Rio de Janeiro.

Cidade de Deus aborda questões como o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus, uma favela que começou a ser construída em 1960 e a partir da década de 80, se tornou em um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro. Através da vida de alguns personagens, a obra consegue (de forma magistral) mostrar a evolução do lugar e também a evolução de um certo grupo de garotos que entram para a vida do crime. Cidade de Deus fez tanto sucesso que é considerado o filme brasileiro mais importante de todos os tempos.

O filme foi indicado para 4 categorias do Oscar, nas categorias de Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Fotografia. Foram lançadas várias obras baseadas no filme, como um documentário mostrando a produção do longa e também uma série com base em outros personagens da trama.

A Lista de Schindler

A Lista de Schindler é um drama ambientado na no período de 1939, ou seja, no começo da Segunda Guerra Mundial, na qual o III Reich começou a alocar os judeus para o Gueto da Cracóvia. Enquanto isso, o empresário alemão Oskar Schindler chega na Cracóvia, capital da Polônia, com o intuito de lucrar com a guerra.

O empresário era membro do partido nazista, mas isso não impede de o mesmo subornar militares para conseguir contatos e de se tornar parceiro comercial de um judeu, o contador Itzhak Stern. Schindler passa a empregar muitos judeus em sua fábrica, pois a mão de obra é mais barata, mas depois de uma série de acontecimentos brutais, como chacinas e a possibilidade de que os seus empregados fossem mandados para o campo de concentração, Schindler se comove e não mede esforços para salvar a vida de judeus que estariam fadados a morrer.

Ao todo, Schindler salvou a vida de 1.100 judeus ao empregá-los em sua fábrica, sendo que o empresário gastou praticamente toda a sua fortuna pagando subornos aos oficiais alemães, para que eles ficassem longe de seus empregados e fizessem vista grossa em relação às suas ações de salvar a vida de mais de mil pessoas.

O longa foi é dirigido pelo premiado diretor Steven Spielberg e foi indicado em 12 categorias do Oscar, sendo que levou ao todo 7 estatuetas, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor.

O filme Gênio Indomável

Magnifico! lançado em 1987 e tem a direção de Gus Van Sant. O enredo do filme conta a história de um jovem rebelde, que já teve algumas passagens pela polícia. O jovem Will Hunting se mostra ao mesmo tempo um garoto problemático e genial, já que ele não consegue manter a sua vida em ordem, mas ao mesmo tempo é uma rapaz brilhante quando o assunto é matemática.

Uma peça importante da história é o professor Gerald Lambeau, que descobre a genialidade de Will, ao aplicar um complicado teorema de matemática para os seus alunos e o problemático garoto se mostra capaz de resolver tal questão.

Will se mete em mais problemas e acaba preso, tendo como punição fazer terapia e ter aulas de matemática com professor Lambeau. Em relação a terapia, Will não aceita muito muito bem a pena que lhe foi imposta e debocha de todos os analistas que tentam lhe ajudar. O cenário apenas muda quando o Sean Maguire (Robin Williams), um analista, entra na história, em que Will passa a se identificar com a pessoa com quem faz assuas sessões de análise.

Lion uma jornada para casa

É um drama biográfico lançado em 2016 e leva a direção de Garth Davis (vale a curiosidade que era a estreia do diretor com longas-metragens). O filme conta a história do jovem Saroo, um menino indiano, que vive com a sua mãe, irmão e irmã. Os dois meninos trabalham roubando carvão de trens de carga, para mais tarde, trocar por leite e comida.

Em certo momento, os dois meninos acabam indo para mais longe, com o intuito de gerar mais dinheiro e trazer mais mantimentos para a casa. Acontece que Saroo acaba se perdendo do irmão e vai de trem até Calcutá, ficando longe da família e também não sabendo o idioma do local onde se encontrava. Após passar por uma série de provações, o menino Saroo acaba sendo adotado por um casal australiano, que lhe dá uma nova a confortável vida.

Chegando a idade adulta, Saroo se vê com uma necessidade de encontrar a sua mãe biológica e o restante da sua família. Com isso, o jovem rapaz dá início a uma difícil e emocionante jornada. Lion foi indicado a uma grande infinidade de prêmios e foi um sucesso comercial, arrecadando mais de 140 milhões de dólares em bilheteria.

Gostou? Então compartilhes com seus amigos!

Por: O Martelo de Nietzsche.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *