Mãe junta 300 kg de latinhas e realiza sonho do filho de fazer intercâmbio

A Paraibana também fez rifa, juntou 300kg de latinhas, alumínio e plástico e recebeu doações.
Seu filho, Pedro Fernandes, conseguiu fazer o  intercâmbio na Finlândia. Confira mais informações abaixo desse caso que emocionou muita gente.

Publicidade

Isabel Cristina Fernandes, de 51 anos afirmou: “Meus filhos vão realizar tudo que eu não pude realizar”.  Isabel, lutou contra a própria realidade para que o seu filho Pedro, realizasse o seu grande sonho de fazer um intercâmbio na Finlândia. Natural da cidade de Picuí e trabalhando há 24 anos na sede recreativa da Associação dos Magistrados da Paraíba, em Cabedelo, junto com Milton Viana, seu marido, Isabel conseguiu arrecadar mais de R$ 1,2 mil coletando material reciclável.

Não foram apenas latinhas, ela também juntou alumínio e plástico, o que  ajudaram o filho a se manter no país onde começou a estudar idiomas. Hoje, além de trabalhar com o marido na Associação dos Magistrados, onde também mora há 24 anos, Isabel faz cocadas, trufas, cupcakes e outros doces para ajudar no custeio. O que iria para o lixo no trabalho, Isabel transformava em dinheiro. No caminho para a igreja, também apanhava o que conseguia.

Publicidade

Amor incondicional 

Isabel e seu esposo Milton, procuram fazer por sua família o que não puderam fazer por si mesmos. Além de Pedro de 18  anos, o filho mais velho do casal tem 22 anos e se chama Severino, estudante de Farmácia, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). “Eu quero que eles sejam vitoriosos por tudo isso. Ela afirmou ao jornal local da Paraíba:  Eles viram cada luta que a gente passou, eles reconheçam nossos esforços. Isso é tudo maravilhoso;

Isabel vivenciou situações complicadas: O pai não assumiu a paternidade e queria que a gravidez fosse abortada. Ela resistiu e colocou Isabel no mundo. Os sonhos de Isabel têm a mesma marca de luta e de lição de vida. “Eu vou lá ver meu filho na Finlândia. Eu sempre sonhei em ir longe, conhecer o mundo. Meu filho puxou a mim.

Pedro também conseguiu ser aprovado na Universidade Federal da Paraíba, este ano 2018, ele retorno ao Brasil para começar a cursar a partir do segundo semestre o Curso de Relações Internacionais.

Por: O Martelo de Nietzsche

Fonte: Terra

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *