Revolução dos Bichos? Criolo escancara problemas que assolam o Brasil em Novo Clipe Genial

O famoso rapper Criolo lançou neste último domingo o clipe da nova música “Boca de Lobo”. Não sou fã do artista, mas confesso que fiquei surpreendido com o que vi no clipe, letra e clipe simplesmente inacreditáveis! Uma obra prima repleta de referências que me lembrou muito a Revolução dos Bichos de George Orwell, claro, em outro contexto!

Publicidade

Segundo informações oficiais do artista, o vídeo foi dirigido por Denis Cisma e Pedro Inoue. Seu principal foco é retratar os problemas sociopolíticos que desencadearam o caos vivido pelo Brasil nos últimos anos.

 “Boca de Lobo”, talvez seja o melhor clipe com essa temática, revolucionário e com um tom extremamente ácido! Os problemas sociais são escancarados sem dor e nem piedade! ´Fiquei chocado! De-me licença para uma expressão popular: “Foda pra caralho!”

Criolo não apenas disparou a sua metralhadora de rimas contra políticos corruptos como o fez com um clipe em uma mega produção, repleto de metáforas que associam partidos e figuras nefastas da política brasileira a escândalos e o descaso com a população.

Publicidade

Contexto emblemático : tudo isso ainda é relacionado ao fato de que o dinheiro desviado pelos corruptos mata muita gente diariamente, e o rapper não mediu palavras para falar, por exemplo, sobre “cocaína no helicóptero enquanto o salário do professor é microscópico”.  A frase: ” No Brasil, quem tem opinião morre”, foi uma referência clara ao assassinato da vereadora Marielle. Em 3:04 podemos ver isso claramente, embora muitos possam argumentar que não seja ela, mas lembra muito.

Outro assunto muito polêmico também: desastres como os de Mariana e do Museu Nacional também são abordados no vídeo, assim como a violência urbana, a falta de atendimento público de saúde e tantas outras mazelas criadas pela ganância de quem já e dono de milhões.

Sem mais:vejam o clipe do Criolo e tire suas próprias conclusões. 

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *