7 filmes instigantes que exploram estados alterados de consciência

7 filmes instigantes que exploram estados alterados de consciência

Sinceramente, fiz essa lista sobre 7 filmes instigantes que exploram estados alterados de consciência, porque ela não existia.

Filmes Na Netflix

Limitless (Sem Limites)

Esse filme, porque o Bradley Cooper interpreta um escritor (sem qualquer sucesso), expressa algo que visitei intelectualmente diversas vezes. E me vi nesse lugar, mesmo que ainda no início desse caminho.

Acho que todo escritor (e qualquer artista – ou qualquer pessoa, na real) que entrasse em contato com uma pílula que potencializa absurdamente a capacidade cerebral e atenção, iria querer uma segunda dose.

O elenco também conta com Robert De Niro.

https://youtu.be/Ly-Yb-oESeI

Lucy

O que aconteceria se uma pessoa tivesse uma “droga tecnológica” liberada em seu organismo e isso potencializasse progressivamente a capacidade cerebral dela?

Com Scarlett Johansson e Morgan Freeman

https://youtu.be/1oJR6Di0Eck

 

Inception (A Origem)

Nessa ficção científica extremamente fascinante, é abordada a possibilidade de adentrarmos a mente de outra pessoa através dos sonhos e plantarmos ideias no subconsciente dela.

Um filme de Christopher Nolan, com Leonardo DiCaprio, Joseph Gordon-Levitt e Ellen Page.

https://youtu.be/HiixbtN-O24

 

Filmes Para baixar

Enter the void

Nada do que eu falar sobre a história vai traduzir a experiência de assistir esse filme. Mas apenas para te dar uma ideia, o longa se desdobra numa temática que tem base na experiência surreal de fumar DMT (dimetiltriptamina) e os conceitos abordados no Livro Tibetano dos Mortos.

Curiosidade: já ouviu falar em DMT? Então, é a famosa molécula chamada dimetiltriptamina que, diga-se de passagem, é o princípio ativo do chá utilizado em alguns rituais xamânicos há milhares de anos (conhecido como Ayahuasca por algumas tribos aqui do Brasil). Entretanto, também é utilizado na sua forma “isolada” sinteticamente, fumando os cristais – as experiências são drasticamente diferentes.

Obs¹: a filmagem é com câmera subjetiva (em primeira pessoa), o que intensifica a experiência de estar imerso no filme.

Obs²: assista os créditos no início, veja o filma de fone, luzes apagadas e sem interrupções externas.

ALERTA: o filme pode ser extremamente perturbador – boa sorte.

https://youtu.be/Op7DEsze3l0

 

Peaceful Warrior (Poder Além da Vida)

Dan Millman é um atleta, acha que tem tudo que quer, mas um encontro instigante com “Sócrates” (um cara de um posto de gasolina), inicia uma jornada completamente diferente do que ele esperava pra sua vida.

Eu vi esse filme mais de 20 vezes num período da minha vida – não estou exagerando. O longa é uma adaptação de uma sequência de livros do escritor Dan Millman e parcialmente baseado na sua própria história.

Foi só o começo de alguns questionamentos que fiz sobre o quão “surreal” pode parecer os efeitos de realmente prestar atenção e estar o mais próximo possível de 100% presente no que você está fazendo, independentemente do que isso seja.

https://youtu.be/St5ufv1Ft4U

 

Memento (Amnésia)

Um homem procura descobrir quem matou sua esposa. Porém, ele não consegue lembrar do que aconteceu quinze minutos atrás. Todas as estratégias, desde gravadores até fotos com bilhetes pra si mesmo, são utilizadas enquanto ele, não só, tenta se lembrar, mas procura investigar e vingar o que aconteceu.

Obs.: o filme tem uma estrutura cronológica interessante.

Um filme de Christopher Nolan, com Guy Pearce e Carrie-Anne Moss.

https://youtu.be/t1EuIMA_28w

 

Waking Life

Waking Life é um “meta-filme” dirigido por Richard Linklater, e digo “meta” porque é sobre sonho lúcido e toma lugar, justamente, nesse espaço onírico. Na verdade, é o próprio processo de começar a se perceber lúcido durante um sonho.

A partir daí se pode traçar desde uma associação literal até uma analogia (metafórica), de sua relação com a vida (depende do quão fundo você está disposto a adentrar esse buraco de coelho).

O longa se desdobra numa sequência de encontros e diálogos aparentemente desconectados uns dos outros, mas que se integram sob a temática de “acordar” vivenciada pelo personagem principal. Além dos próprios conteúdos das conversas serem por si só extremamente interessantes.

Obs.: o filme tem uma qualidade psicodélica intrínseca a ele, pois as cenas filmadas foram posteriormente sobrepostas com uma camada que imita animações, então você tem a realidade das expressões e, ao mesmo tempo, a distorção e possibilidades de uma experiência adocicada.

https://youtu.be/TVoD9RfsQHg

 

Estes são 7 filmes que exploram estados alterados de consciência.

por Rafael Jordão.

Recomendo: 5 filmes cults com abordagem psicológica que não vão sair da sua cabeça.

Deixe uma Resposta