Como a psicanálise moderna pode nos ajudar a lidar com transtornos mentais

Em linhas muito gerais, nós podemos dizer que a psicanálise é um método de tratamento de transtornos mentais, moldado pela teoria psicanalítica. Fundada por Sigmund Freud (1856-1939), enfatiza processos mentais inconscientes e é algumas vezes descrita como a “psicologia profunda”.

Podemos dizer que  a confusão entre psicanálise e psicologia, seja muito comum, porém, precisamos ressaltar que são coisas bastantes distintas, é possível que um psicólogo seja psicanalista, da mesma maneira que um psicanalista pode não ser um psicólogo.

Diferente da psicologia, em que você precisa se basear em uma linha teórica sólida para embasar o seu trabalho, ou seja, exclui o inconsciente e trabalha com aquilo que está posto, a psicanálise tem uma preocupação com a consciência de padrões de emoções e comportamentos inconscientes, desadaptativos e habitualmente recorrentes. Isso permite que aspectos anteriormente inconscientes do self se integrem e promovam um ótimo funcionamento da mente, cura e expressão criativa.

Mas afinal, o que é psicanálise?

Mesmo que os métodos modernos de fazer psicanálise estejam com perspectivas mais abrangentes e profundas do que em sua origem, o velho Freud não pode ser ignorado e precisa ser estudo, afinal foi ele que fundou essa ciência não é mesmo? Em suma, essa escola de pensamento enfatizava a influência da mente inconsciente no comportamento. Freud acreditava que a mente humana era composta de três elementos: o id, o ego e o superego.

As teorias de Freud sobre os estágios psicossexuais, o inconsciente e o simbolismo dos sonhos continuam sendo um tema popular entre os psicólogos e os leigos. Apesar disso, seu trabalho é visto hoje com ceticismo por muitos.

Resumo histórico sobre a Psicanálise

É importante falar aqui de outro teórico associado à psicanálise é Erik Erikson. Erikson expandiu as teorias de Freud e enfatizou a importância do crescimento ao longo da vida. A teoria do estágio psicossocial da personalidade de Erikson permanece influente hoje em nossa compreensão do desenvolvimento humano.

A abordagem da American Psychoanalytic Association, traduz a psicanálise como um método que pretende ajudar as pessoas a se entenderem, explorando os impulsos que muitas vezes não reconhecem porque estão escondidos no inconsciente.

Atualmente, a psicanálise engloba não apenas a terapia psicanalítica, mas também a psicanálise aplicada (que aplica princípios psicanalíticos a configurações e situações do mundo real), bem como a neuropsicanálise (que aplica a neurociência a tópicos psicanalíticos, como sonhos e repressão).

Benefícios da terapia para a nossa mente

É válido dizer aqui que o tratamento terapêutico traz diversos benefícios para a vida do paciente além daqueles já reconhecidos, como o tratamento de transtornos mentais.

Ajuda a promover o autoconhecimento

Se observamos nosso crescimento em convívio social, a medida que crescemos, ouvimos diversas críticas e elogios sobre a nossa personalidade e modo de pensar. É comum internalizar a visão dos outros sobre nós e acreditar que, na verdade, somos a pessoa que nossos entes queridos, amigos e colegam enxergam.

Portanto, o autoconhecimento te ajuda a encontrar a sua essência. Através de questionamentos e reflexões, o caminho para o seu verdadeiro “eu” se torna visível.

Dessa forma, podemos dizer que quanto mais conhecimento você tiver sobre suas qualidades, defeitos, crenças, opiniões, desejos e sonhos, mais leve a sua vida será. Isto é, você conseguirá tomar decisões mais sabiamente, mudar aspectos negativos de sua vida, e tratar a si mesmo com mais amor e compreensão, da forma como deveria ser.

Como não estamos acostumados a refletir sobre quem somos na vida diária, como nos ensinamos a sabedoria antiga oriental, é na terapia que essas respostas costumam aparecer. Com elas, problemas que antes pareciam tão importantes perdem a sua intensidade.

Fonte: Wikipédia 

Por: Redação do Martelo

Deixe uma Resposta